Destaques de Inovação: Melhorias na plataforma nativa da Genesys PureConnect
Quando a livraria Borders fechou em 2011, muitos atribuíram isso à ascensão da Amazon.com e aos subsequentes preços mais baixos que os consumidores passaram a esperar ao comprar livros. Porém, isso representa apenas uma parte da história. Yuki Noguchi, da NPR, afirmou que, enquanto a Amazon pode ter sido o último prego no caixão, o problema para Borders começou em meados da década de 1990. Eles não estavam fazendo escolhas que protegessem seus negócios no futuro.

Em uma época em que outras lojas físicas investiam em seus próprios empreendimentos digitais, a Borders terceirizou sua presença na web e dobrou em itens de estoque como CDs e DVDs em suas lojas. Itens que, como sabemos agora, logo se tornaram predominantemente bens digitais. Como a tecnologia mudou a indústria, a Borders fez uma série de más escolhas que levaram à sua queda. O que é interessante, no entanto, é o que o fim de Borders fez para pequenas livrarias: isso lhes deu um nicho para prosperar.

Pequenas empresas têm poder

Nos negócios, maior é visto como melhor – maiores lucros, maior alcance, maior impacto. Mas as pequenas empresas têm um poder que os gigantes não conseguem aproveitar. Eles podem se adaptar à nova tecnologia mais rapidamente e oferecer experiências que os grandes concorrentes não conseguem. Considere a livraria de Washington DC, Duende District. Fundada em 2017, eles mudaram o roteiro de livrarias tradicionais ao abrir um negócio sem endereço fixo.

A Livraria do Distrito de Duende tirou proveito da tecnologia. Eles criaram um site onde os livros estavam sempre disponíveis, mas o núcleo do negócio eram lojas pop-up com livros especialmente selecionados. A fundadora Angela Maria Spring aproveitou a flexibilidade de uma pequena empresa para viajar com sua loja. Ela consultou os clientes na estrada e determinou que os leitores queriam algo que os vendedores de grandes lojas não forneciam. Desde então, instalaram lojas pop-up permanentes em torno de Washington, mas as lojas pop-up móveis e seus seguidores continuam sendo uma grande parte do negócio.

Aproveite a tecnologia para alavancar pequenos e médios negócios

O impacto das pequenas e médias empresas é evidente no mercado. Os consumidores são atraídos pela ideia de “compras pequenas” e apoiar os estabelecimentos locais, mas não comprometem a experiência do cliente. A tecnologia moderna permite que você abrace os pontos fortes de sua pequena empresa, proporcionando o alto nível de serviço que os clientes esperam.

Quer esteja fazendo a curadoria de uma marca forte com a sua presença nas redes sociais ou a cultivando relações duradouras com os clientes por meio de experiências personalizadas, a tecnologia dá à sua pequena ou média empresa as ferramentas necessárias para competir com os gigantes da indústria.

A mudança é constante – prepare seus negócios para o futuro

Para garantir que sua empresa dure você precisa usar a tecnologia a seu favor em cada passo. Em nossa lista de “Seis dicas para alavancar a tecnologia e preparar sua pequena ou média empresa para o futuro“, você aprenderá maneiras importantes de usar a tecnologia para competir com – e até mesmo ofuscar – grandes concorrentes.

Quer saber mais? Baixe o relatório da Forrester e conheça os benefícios da plataforma PureCloud.

Abi Chandra

Abi é especialista em tecnologia na nuvem na Genesys. Sua carreira em telefonia acompanhou o ciclo de vida das soluções do contact center. Depois de trabalhar com sistemas ACD da Rockwell em 1990, ele usou sistemas baseados em placas de...